Técnica de Sobrevivência: Cálculo I

Imagem
Atualmente as redes sociais, por meio de meme, difundem a dificuldade clássica para a maioria dos estudantes que iniciam um curso superior na área de exatas.


A dificuldade está em passar na disciplina de Cálculo, mais precisamente não Cálculo I, base de todo curso de exatas.


O conceito de Cálculo na matemática é muito diferente aquele atribuído por uma pessoa no seu cotidiano. Trata-se de ferramenta matemática que permite estudar diversos fenômenos e eventos que ocorrem em determinadas situações.


Para seu estudo e compreensão é necessário o domínio de conceitos de Álgebra, Geometria Analítica, Funções e Trigonometria.



Se o leitor está pensando em realizar um curso na área de exatas, pode ser relevante aos seus estudos, realizar uma Avaliação Diagnóstica, para analisar seus conhecimentos nestas quatro áreas.


Em seus livros James Stewart, costuma disponibilizar, logo de inicio, uma avaliação deste tipo. Que tal realizar esta avaliação? Lembre-se que é sempre bom estar preparado.�…

Questão 19 – Vestibulinho Etec – Centro Paula Souza – 1° Semestre de 2.008


A roda-gigante de um parque de diversões tem dezoito cadeiras, igualmente espaçadas ao longo do seu perímetro e move-se no sentido anti-horário, isto é, no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio.


Na figura, as letras A, B, C, ... e R indicam as posições em que as cadeiras ficam cada vez que a roda-gigante pára.





Com a roda-gigante parada, Bruna senta-se na cadeira que está na posição A, posição mais baixa da roda-gigante.


A roda-gigante move-se $\frac{5}{6}$ de uma volta e para.


Nesse momento, a letra relativa à posição da cadeira ocupada por Bruna é


(A) D.

(B) I.

(C) K.

(D) P.

(E) R.



Solução: (D)



Considerando a roda-gigante como sendo um circunferência dividida em 18 partes iguais.


Girar $\frac{5}{6}$ significa que a circunferência foi dividida em 6 partes e considerou-se 5 destas partes, que no caso da roda-gigante, estas partes estão na sequência (vide Figura 1).


Figura 1: Dividindo a roda-gigante em 6 partes e considerando
5 destas partes, partindo da cadeira A.


Então devemos dividindo $18$ por $6$ e multiplicando o resultado por $5$, obtemos o número de cadeiras que devemos considerar após a cadeira A:


$\left ( \frac{18}{6} \right )\times 5=3 \times 5 = 15\; cadeiras$


Então após a cadeira A devemos contar 15 cadeira, chegando na cadeira P.



***

Não se esqueça que a matemática está em todo lugar! Aprecie!







Postar um comentário

Latex Editor (Equações Matemáticas)

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Inteligência?

Qual é a diferença entre um Número e um Algarismo?

Seguidores

Google+ Followers