Técnica de Sobrevivência: Cálculo I

Imagem
Atualmente as redes sociais, por meio de meme, difundem a dificuldade clássica para a maioria dos estudantes que iniciam um curso superior na área de exatas.


A dificuldade está em passar na disciplina de Cálculo, mais precisamente não Cálculo I, base de todo curso de exatas.


O conceito de Cálculo na matemática é muito diferente aquele atribuído por uma pessoa no seu cotidiano. Trata-se de ferramenta matemática que permite estudar diversos fenômenos e eventos que ocorrem em determinadas situações.


Para seu estudo e compreensão é necessário o domínio de conceitos de Álgebra, Geometria Analítica, Funções e Trigonometria.



Se o leitor está pensando em realizar um curso na área de exatas, pode ser relevante aos seus estudos, realizar uma Avaliação Diagnóstica, para analisar seus conhecimentos nestas quatro áreas.


Em seus livros James Stewart, costuma disponibilizar, logo de inicio, uma avaliação deste tipo. Que tal realizar esta avaliação? Lembre-se que é sempre bom estar preparado.�…

Questão 05 – Vestibulinho ETEC – 1° Semestre de 2.014

Uma pessoa viajará para o exterior e levará dois mil dólares para suas despesas.

No dia em que comprou essa quantia no banco, a cotação do dólar era de R$ 2,10.

Além de pagar pela compra de dólares, também pagou o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que corresponde a 0,38% do valor pago pela compra.

Assim sendo, para efetuar o total da compra, essa pessoa gastou:

(A) R$ 3.043,48.
(B) R$ 3.546,54.
(C) R$ 4.035,42.
(D) R$ 4.215,96.
(E) R$ 4.796,00.

Fonte: http://www.vestibulinhoetec.com.br/provas-gabaritos/

Solução: (D)

Aplicando o Método de Resolução de Problemas segundo Polya:

1° – Compreensão do Problema

Nesta questão temos que determinar a distância o custo total, em R$, da compra de $ 2.000,00 dólares.

Segundo o enunciado, no dia da compra para cada $ 1,00 são cobrados R$ 2,10 mais 0,38% de IOF.

2° – Estabelecimento de um Plano

Da análise inicial podemos determinar o valor da compra em duas partes: inicialmente determinamos o produto da quantidade de dólares pelo preço de compra, e em seguida acrescenta o valor do imposto.

3° – Execução do Plano

Aplicando o plano de resolução temos:

($ 2.000,00) · (R$ 2,10) = R$ 4.200,00

O imposto é 0,38% do valor da compra, ou seja, 0,38% de R$ 4.200,00. Para realizar o cálculo devemos converter 0,38% para decimal, então:

0,38% = 0,38/100 = 0,0038

Consideraremos 0,38/100 visto que facilitará na hora dos cálculos.

0,38% de R$ 4.200,00 = (0,38/100) · (4.200,00) = (0,38) · (42) = 15,96 → R$ 15,96

Valor total da Compra = R$ 4.200,00 + R$ 15,96 = R$ 4.215,96
  
4° – Avaliação

Esta questão quando analisada em sala de aula pode ser muito útil para discussões do sistema monetário e da economia brasileira.

O sistema monetário brasileiro só trabalha com dois dígitos após a virgula, o que chamamos de centavos, entretanto muitas vezes observamos preços com três ou mais casas decimais.

Este é um dos casos, pois o custo de cada dólar é de R$ 2,10 mais 0,38% de IOF, ou seja, R$ 2,10789, pode parecer que R$ 0,00798 não faz diferença, mas em um montante grande pode agregar um valor considerável na compra, que muitas vezes é ignorado pelo consumidor.

***
Se o leitor ainda considera este valor é ilusório, só para título de curiosidade: se toda população de Assis (a cidade onde nasci), que tem cerca de 100 mil habitantes, resolvesse doar mensalmente R$ 0,00798 para a minha conta-poupança no banco, eu receberia mensalmente cerca de R$ 798,00 da população. 

Esta situação merecia uma tirinha.

Postar um comentário

Latex Editor (Equações Matemáticas)

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Inteligência?

Qual é a diferença entre um Número e um Algarismo?

Seguidores

Google+ Followers