Técnica de Sobrevivência: Cálculo I

Imagem
Atualmente as redes sociais, por meio de meme, difundem a dificuldade clássica para a maioria dos estudantes que iniciam um curso superior na área de exatas.


A dificuldade está em passar na disciplina de Cálculo, mais precisamente não Cálculo I, base de todo curso de exatas.


O conceito de Cálculo na matemática é muito diferente aquele atribuído por uma pessoa no seu cotidiano. Trata-se de ferramenta matemática que permite estudar diversos fenômenos e eventos que ocorrem em determinadas situações.


Para seu estudo e compreensão é necessário o domínio de conceitos de Álgebra, Geometria Analítica, Funções e Trigonometria.



Se o leitor está pensando em realizar um curso na área de exatas, pode ser relevante aos seus estudos, realizar uma Avaliação Diagnóstica, para analisar seus conhecimentos nestas quatro áreas.


Em seus livros James Stewart, costuma disponibilizar, logo de inicio, uma avaliação deste tipo. Que tal realizar esta avaliação? Lembre-se que é sempre bom estar preparado.�…

Concurso Público – Professor de Educação Básica II – Matemática

Concurso: Professor de Educação Básica II – Matemática
Ano: 2.012
Órgão: Prefeitura Municipal de Sertãozinho
Instituição: Fundação Vunesp
Questão: 45

Um professor de Matemática apresentou diversas tabelas aos alunos e afirmou que as duas grandezas envolvidas em cada tabela eram inversamente proporcionais. Após análise da interdependência das grandezas dessas tabelas, um grupo de alunos concluiu que “duas grandezas são inversamente proporcionais quando o valor de uma das grandezas aumenta, o valor correspondente da outra diminui”.

Mediante a resposta, analise possíveis ações do professor.

I. O professor deveria dar parabéns ao grupo pela conclusão correta e compartilhá-la com toda a classe.
II. O professor deveria discutir com o grupo e com os demais alunos que para a conclusão ficar totalmente correta, falta a expressão vice-versa no final da frase.
III. O professor deveria discutir contraexemplos de modo que o aluno perceba que a conclusão apresentada é necessária, mas não é suficiente para que duas grandezas sejam inversamente proporcionais.
IV. O professor deveria discutir que se duas grandezas x e y forem inversamente proporcionais, então o produto x.y é constante.

Pode-se concluir que é uma ação adequada apenas o descrito em

(A) I.
(B) I e II.
(C) II e III.
(D) II e IV.
(E) III e IV.

Solução: (E)

Não é suficiente que quando uma quantidade aumente e outra diminua para que haja uma relação de proporcionalidade inversa entre elas.

Duas grandezas são inversamente proporcionais quando ao aumentarmos o valor de uma delas certo número de vezes, o respectivo valor da outra grandeza diminui o mesmo número de vezes. Quando diminuímos o valor de uma delas, proporcionalmente o respectivo valor da outra aumenta.

Por exemplo, se dobramos uma das grandezas temos que dividir a outra por dois, se triplicamos uma delas devemos dividir a outra por três e assim sucessivamente.
 
Duas variáveis x e y são inversamente proporcionais, se o produto entre elas for uma constante não nula, de modo que: xy = ky = k / x . O número k é a constante de proporcionalidade.

Para haver uma relação de proporcionalidade inversa é necessário que o produto dos valores x e y correspondentes seja sempre o mesmo, isto é, a constante de proporcionalidade ser a mesma.

Uma grandeza x é diretamente proporcional a uma grandeza y se existir um número c, diferente de zero, de modo que: x = cy . Ao número c chama-se constante de proporcionalidade. Se x é diretamente proporcional a y, então também y é diretamente proporcional a x.

Resolução a pedido da Profª. Cristiane.
Postar um comentário

Latex Editor (Equações Matemáticas)

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Inteligência?

Calcular Logaritmo de Cabeça

Seguidores

Google+ Followers