Técnica de Sobrevivência: Cálculo I

Imagem
Atualmente as redes sociais, por meio de meme, difundem a dificuldade clássica para a maioria dos estudantes que iniciam um curso superior na área de exatas.


A dificuldade está em passar na disciplina de Cálculo, mais precisamente não Cálculo I, base de todo curso de exatas.


O conceito de Cálculo na matemática é muito diferente aquele atribuído por uma pessoa no seu cotidiano. Trata-se de ferramenta matemática que permite estudar diversos fenômenos e eventos que ocorrem em determinadas situações.


Para seu estudo e compreensão é necessário o domínio de conceitos de Álgebra, Geometria Analítica, Funções e Trigonometria.



Se o leitor está pensando em realizar um curso na área de exatas, pode ser relevante aos seus estudos, realizar uma Avaliação Diagnóstica, para analisar seus conhecimentos nestas quatro áreas.


Em seus livros James Stewart, costuma disponibilizar, logo de inicio, uma avaliação deste tipo. Que tal realizar esta avaliação? Lembre-se que é sempre bom estar preparado.�…

Questão 79 – Prova do Estado – (OFA) 2.012 – Professor de Educação Básica II

Observe a seguinte informação sobre AIDS no Brasil, extraída do Portal sobre AIDS, doenças sexualmente
transmissíveis e hepatites virais, do Ministério da Saúde do Governo Federal.

Atualmente, ainda há mais casos da doença entre os homens do que entre as mulheres, mas essa diferença vem diminuindo ao longo dos anos. Esse aumento proporcional do número de casos de aids entre mulheres pode ser observado pela razão de sexos (número de casos em homens dividido pelo número de casos em mulheres). Em 1989, a razão de sexos era de cerca de 6 casos de aids no sexo masculino para cada 1 caso no sexo feminino. Em 2009, chegou a 1,6 caso em homens para cada 1 em mulheres.
(http://www.aids.gov.br/pagina/aids-no-brasil,último acesso: setembro/2011)

Com base nessa informação, é correto afirmar que a razão entre o número de casos de AIDS em homens e o número total de casos de AIDS no Brasil, em 2009, nessa ordem, foi de

(A) 5 / 13.
(B) 6 / 13.
(C) 7 / 13.
(D) 8 / 13.
(E) 9 / 13.
 
Solução: (D)

A resolução utilizando números decimais pode-se tornar confusa pelo fato de se tratar de pessoas. Segundo o enunciado temos 1,6 homem com aids para cada 1 mulher com aids, ou seja, para 2,6 portadores de aids 1,6 são homens e 1 é mulher, logo:

1,6 / 2,6 = (16 / 10) / (26 / 10) = 16 / 26 = 8 / 13

Outra forma de resolução de determinar um número inteiro para os homens portadores do vírus mantendo se a proporção

1,6 homens → 1 mulher → 2,6 portadores
3,2 homens → 2 mulheres → 5,2 portadores
4,8 homens → 3 mulheres → 7,8 portadores
6,4 homens → 4 mulheres → 10,4 portadores
8,0 homens → 5 mulheres → 13,0 portadores

Então de cada 13 portadores 8 são homens, logo temos a razão 8 / 13 que representa a razão entre o número de casos de aids em homens e o número total de casos de aids no Brasil, em 2009, nessa ordem.
Postar um comentário

Latex Editor (Equações Matemáticas)

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Inteligência?

Qual é a diferença entre um Número e um Algarismo?

Adição ou Subtração de 2 Frações: o Método da Borboleta

Seguidores

Google+ Followers